Browse Category by Ciência
Ciência

Alan Wallace, um cientista: “O budismo e a física quântica dizem a mesma coisa”

Alan Wallace, um cientista: “O budismo e a física quântica dizem a mesma coisa”

“A ciência e a espiritualidade estão a dar as mãos,  não para se converterem ou conquistarem-se uma a outra, mas sim para aprender uma com a outra, e isto não tem precedentes.”

“O meu bem-estar está relacionado com o seu bem-estar; o meu sofrimento com o seu sofrimento. Pretender encontrar a minha felicidade e segurança como se eu fosse uma ilha, é estúpido. Esta sabedoria vem altruísmo, e é aí que o budismo e a ciência são separados, porque o altruísmo não é comum em ciência.”(…)  (artigo publicado por EL MOSTRADOR em 05 de janeiro de 2016).

Pode ler artigo completo aqui.

Ciência

Felicidade – um palavrão ordinário

Rob Gonsalves

“Felicidade – não nos imponham este palavrão ordinário”- Citando estas palavras e com um espírito bem humorado Matthieu Ricard, in “The habits of happiness” fala sobre a felicidade, conforme pode  visualizar no vídeo (aqui).

Na perspetiva do pensamento budista, Matthieu Ricard aborda o conceito de felicidade e/ou bem estar e faz um paralelismo deste com o pensamento acidental sobre a felicidade. Comparando a felicidade ao prazer, Ricard ( o doutorado em genética molecular e monge budista tibetano) intitulado de “o homem mais feliz do mundo” explica o que é a felicidade.  Diz ser um estado interior permanente que nos leva a experimentar uma sensação de bem-estar duradouro estável, desde que a nossa mente seja capaz de controlar as sensações e as emoções, bem como os altos e baixos dos nossos estados de espírito. Continue Reading

Ciência

Como mindfulness pode mudar o seu cérebro e melhorar sua saúde

“Como o mindfulness pode mudar o seu cérebro e melhorar sua saúde”.  Um artigo com este título (Em inglês: How mindfulness can change your brain and improve your health)  publicado pela “Harvard Health Publications division of Harvard Medical School”, em 8 de março do corrente ano de 2016, menciona um estudo publicado pela JAMA Internal Medicine, em 2014, que refere entre outros benefícios que “(…) a meditação é útil para aliviar a ansiedade, dor e depressão. Que nos casos de depressão, a meditação é tão eficaz como um antidepressivo.

A meditação está pensada para trabalhar através dos seus efeitos sobre o sistema nervoso simpático, responsável pelo  aumento da frequência cardíaca, respiração e pressão arterial durante períodos de stresse. Burke Lennihan, uma enfermeira que ensina meditação no Centro da Universidade de Harvard para o Bem-Estar, afirmou: “É verdade, a meditação irá ajudá-lo a baixar a pressão arterial, mas muito mais: ela pode ajudar a sua criatividade, a sua intuição, e sua conexão com seu eu interior “.   Ver artigo completo aqui